O Edifício-Monumento está fechado para obras de restauro e modernização

Programação de Junho do Museu do Ipiranga

Até o dia 6 de junho segue em cartaz a exposição Território, Edifício, Museu: Trajetórias do Museu Paulista e seu Edifício-Monumento, no Saguão da Reitoria da USP. <Saiba mais>

 

Exposição Papéis Efêmeros: memórias gráficas do cotidiano

Com curadoria de Chico Homem de Melo e Solange Ferraz de Lima, A mostra reúne rótulos, papéis de bala, santinhos, cadernos escolares e outros impressos cujo destino mais comum é o descarte após o uso. Composta por três núcleos temáticos - Cultura, Educação e Consumo - e dois transversais - Técnicas de Impressão e Design -, as cerca de 500 peças gráficas vão contar um pouco da história dos impressos que fazem parte do nosso dia a dia.

Sesc Ipiranga

De 1/6 a 26/8, terças a domingos, das 8h às 22h

Livre

Todos os públicos

Grátis - Sem retirada de ingressos.

 

Atividades paralelas à Exposição

 

Papéis Efêmeros: Memórias Gráficas do Cotidiano - Formação de Educadores

Com Denise Peixoto

O encontro apresentará a proposta curatorial da exposição "Papéis Efêmeros: Memórias Gráficas do Cotidiano", discutindo as potencialidades educativas da exposição relacionadas ao trabalho em sala de aula.

Denise Peixoto é bacharela e licenciada em História pela FFLCH/USP (1989). Possui Especialização em Educação Ambiental (UNESP, 2000) e Metodologia do Ensino (UNESP, 2001), mestrado em Arqueologia com ênfase em Educação (MAE/USP, 2005). Atua como educadora no Museu Paulista da USP desde 2001.

Sesc Ipiranga

Dia 16/6, sábado, das 9h às 13h

Não recomendado para menores de 16 anos

Adultos

Grátis - Sem retirada de ingressos.

bate-papo

 

Papéis Efêmeros na Cultura da Belle Époque Paulistana

Mediação de Solange Ferraz de Lima

O bate-papo foca em dois eixos do núcleo cultura da Exposição Papéis Efêmeros: Memórias Gráficas do Cotidiano: moda e música. A proposta é discutir como os efêmeros testemunharam os referenciais do que era considerado moderno, elegante e vanguardista na cultura urbana da Belle Époque Paulistana.  

Solange Ferraz de Lima é Diretora do Museu Paulista, historiadora pela Universidade de São Paulo e pesquisadora da Cultural Material e Cultura Visual. É curadora da exposição "Papéis Efêmeros: Memórias Gráficas do Cotidiano".

Sesc Ipiranga

Dia 21/6, quinta, das 20h às 22h

Livre

Adultos

Grátis - Sem retirada de ingressos.

bate-papo

 

Processos e tecnologias em restauros litográficos 

Mesa de discussão sobre processos e tecnologias em restauros litográficos com Helena de Barros, Miriam Tolpolar, Silvio Barreto Campello e mediação de Solange Ferraz de Lima.

Helena de Barros é artista gráfica, professora de design, especialista em arte digital para grandes formatos, trabalha com fotomontagens e autorretratos manipulados digitalmente.

Miriam Tolpolar é artista plástica, professora de Litografia, autora do livro "Memória da Litografia: pedras raras" da Livraria do Globo. Realiza pesquisas técnicas e conceituais relacionadas à memória, identidade e repetição e investigação em suportes pouco convencionais.

Silvio Barreto Campello é professor de Design Gráfico desde 1991 e pesquisador nos campos do Design e Aprendizagem e da Memória Gráfica Brasileira. É organizador do livro Imagens Comerciais de Pernambuco: ensaios sobre os efêmeros da Guaianases.

Solange Ferraz de Lima é diretora do Museu Paulista, historiadora pela Universidade de São Paulo e pesquisadora da Cultural Material e Cultura Visual. É curadora da exposição "Papéis Efêmeros: Memórias Gráficas do Cotidiano".

Dia 29/6, sexta, das 14h às 16h

Auditório do Museu Paulista - Rua Nazaré, 268

Não recomendado para menores de 14 anos

Adultos

Grátis - em breve link para as inscrições